Programação

Hora
Tema

09:00h 09:30h

Solenidade de abertura

Bruno Covas – Prefeito da cidade de São Paulo

 

Alexandre BaldySecretário do Estado dos Transportes Metropolitanos, representando o Governador do Estado de São Paulo, João Dória

 

Edson Caram Secretário Municipal do Transporte e Mobilidade

 

Ailton Brasiliense PiresPresidente da ANTP

 

Petrônio CançadoDiretor – Diretoria de Crédito e Garantia do BNDES

 

 

09:30h 10:30h

A mobilidade urbana em 2030

Alexandre BaldySecretário do Estado dos Transportes Metropolitanos

Secretaria de Transportes Metropolianos


Edson Caram
Secretário Municipal de Transporte e Mobilidade

Secretaria Municipal de Mobilidade e Transporte

 

10:30h 11:30h

Projetos de Mobilidade Integrada no Brasil

Carlos José Barreiro

Secretário Municipal de Transportes de Campinas (SP) e Presidente da EMDEC – Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano de Campinas (SP)


Fabio Ney Damasceno

Secretário de Transportes e Obras Públicas do Governo do Estado do Espirito Santo

11:30h 13:00h

Mobilidade Integrada na América Latina – Experiência da Cidade do México e Medelin

Jurandir FernandesPresidente | UITP (International Association of Public Transport)


Eleonora Pazos
– Head of Latin America Office UITP


PhD María de los Ángeles Muñoz Muñoz
Doctora en Movilidad Urbana UMM | Subsecretaria del Transporte de la Secretaria de Movilidad del Gobierno de la Ciudad de México


John Alexander Castaño Giraldo
 – Metrô de Medellin

13:00h 14:00h

Mobilidade Ativa por uma cidade mais humana e sustentável

Marcos de SousaMobilize Brasil

 

Felipe AlvesDiretor Fonanceiro  – UCB

 

Jonas de Oliveira BertucciConselheiro – Associação Civil Rodas da Paz


Cyra Malta – Associação de Ciclistas Urbanos de São Paulo- CICLOCIDADE


Ana Carolina Nunes
Diretora – Cidadeapé 

14:00h 15:30h

Matriz Energética Brasileira

Abertura: Apresentação técnica HVO

 

Painel de discussão:

ANFÁVEA – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos AutomotoresAEA – Associação Brasileira de Engenharia Automotiva

AEA – Christian Wahnfried – Coordenador da Diesel/Biodiesel da AEA

APROBIO / Associação dos Produtores de BioDiesel do Brasil– Erasmo Carlos – Presidente 

ANFAVEA – Henry Josef – Diretor Técnico

SPURBANUSS / indicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São PauloFrancisco Christovam – Presidente 

ITAMARATY – Renato Godinho – Chefe da Divisão de Promoção da Energia – MRE

PETROBRAS – Ricardo Pinto – Consultor Sênior

Encerramento: William Waak

15h30 - 16h30

Modelos de Financiamento para Projetos de Mobilidade

Rafael Pimentel – BNDESBanco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social


Karisa Ribeiro – BID
Banco Interamericano de Desenvolvimento

16:30h 17:30h

Transportes Estruturantes nas Cidades: Na visão das Entidades Nacionais

Otavio Vieira da Cunha FilhoPresidente | NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos)


Roberta MarchesiDiretora Executiva | ANPTrilhos (Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Tilhos)

17:30h 18:30h

Transportes Estruturantes nas Cidades: Na visão do Operador

Luis Augusto Valença de OliveiraDiretor Presidente Mobilidade Participações e Concessões S.A | CCR Mobilidade

Niege Chaves – Presidente do Grupo Mobibrasil

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 7 – Comunicações Técnicas

11:00h – 12:00h Qualidade – Marketing – Tecnologia
Marcos Vinícius da Silva – A qualidade do serviço de ônibus de Belo Horizonte segundo seus passageiros.
Marina Leite de Barros Baltar – Satisfação dos usuários nos diversos modos de transporte em um campus universitário urbano.
Rafael Dias de Almeida – Ponto de parada de ônibus: plataforma de gestão e tomada de decisão.
Tatiana Gomes Postiço – Análise da implantação de um sistema de gestão operacional em Maricá – RJ

12:00h – 13:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente – Transporte não motorizado
Transporte Não Motorizado
Marcela Gondim Quara Kanitz – A contribuição econômica da mobilidade ativa: referências e estudo em São Paulo.
Marcela Gondim Quara Kanitz – Impactos da “Paulista Aberta” na vitalidade urbana local.

Antonio Carlos Evangelista – Implantação de BRT em cidades médias e Planos de Mobilidade Urbana – Estudo de caso da cidade de Uberaba – MG.

13:00h – 14:00h Trânsito
Daiana Rosa Mota Silva – Identificação dos critérios de maior influência na caminhabilidade da passarela túnel Jaime Câmara em Goiânia.
Gabriel Vieira da Silva Alves – Avaliação da sinalização semafórica para pedestres na região da 44 – Goiânia
Gean Carlos de Oliveira – Análise do nível de serviço do tráfego em vias urbanas de Caxias do Sul, RS.
Guto Giovani de Oliveira Castro – Ética no Trânsito? Será o caminho para uma cultura de paz na mobilidade urbana?

14:00h – 15:00h Trânsito
Agmar Bento Teodoro – A educação para o trânsito como forma de melhorar a percepção de risco no trânsito.
Agmar Bento Teodoro – Segurança no trânsito considerando a percepção e experiências de taxistas.
Artur Carlos de Morais – Educação para o Trânsito: Uma Abordagem para a Conscientização Infantil.
Átila Sielskis Vieira Ermes – Análise de faixa de pedestre com semáforo em Manaus.

15:00h – 16:00h Qualidade – Marketing – Tecnologia
Valeska Peres Pinto – Demografia como condicionante da mobilidade urbana.
Carlos Alberto Querino e Silva – Criação da Emissora Temática Internacional de Mobilidade e de Habitações Sustentáveis.
Clara Brando – Mortes no trânsito: análise de indicadores do Programa Cidades Sustentáveis.
Fabio Miguel – O papel das empresas operadoras e dos fornecedores de tecnologia no sucesso do ITS para o transporte coletivo urbano por ônibus.

16:00h  17:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Silvia Stuchi Cruz – Mobilidade a Pé para crianças: experiências nas escolas públicas de São Paulo.
Silvia Stuchi Cruz – Mobilidade urbana sustentável e ativa: experiências práticas de urbanismo tático na cidade de São Paulo.
Amélia Maria da Costa Silva – Critérios para definição e diagnóstico de rotas de pedestres na Área Central de Belo Horizonte.
Amélia Maria da Costa Silva – Um escopo e critérios básicos para os pontos de embarque e desembarque de ônibus em Belo Horizonte.

17:00h – 18:00h Transporte Público
Daniel Costa Fernandes – A utilização do georreferenciamento para avaliação da acessibilidade ao transporte coletivo por ônibus na mobilidade
corporativa: um estudo de caso em Belo Horizonte (MG).
Bárbara Abreu Matos – Acessibilidade ao transporte coletivo: uma análise comparativa entre o tempo declarado e o intervalo estimado de espera
por ônibus em Belo Horizonte (MG).
Angela Seixas Pilotto – Investimentos em infraestrutura de transporte coletivo urbano no Brasil: considerações a partir do PAC Mobilidade.
Marlon Braga dos Santos – Cálculo de custos no transporte público urbano da cidade de Tucuruí-PA.
Anna Virgínia Antunes Fernandes – Fomento a infraestrutura de mobilidade urbana na implementação da Política Nacional de Mobilidade Urbana
pelo Governo Federal.

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 8 – Comunicações Técnicas

11:00h – 12:00h Transporte Público
Dimas Alberto Gazolla – Estudo de viabilidade de implantação de sistema de transporte ativo por bicicleta em corredor viário urbano: Caso corredor
move-BRT/BH-MG
Eduardo A. Vasconcellos – Transporte escolar rural e acesso à educação em Taubaté
Ana Maria Alves Coelho – Prevenção do suicídio no Metrô de São Paulo
Enoc Guimaraes – Transporte urbano no Brasil – Novos tempos, mesmos serviços, futuro incerto.

12:00h – 13:00h Trânsito
Irauna Maicona Rodrigues de Carvalho – Caracterização e Análise de faixas de pedestres de principais vias arteriais em Manaus – AM.
Janaina da Silva Cordeiro – Desempenho de faixas de pedestres em área urbana: um estudo na Av. General Rodrigo Otávio – Manaus(AM)
Jean Damas da Costa – Influência das Políticas Públicas na gestão de trânsito e na aplicação do CTB
João Flávio Resende – Intervenções de segurança: proposta de planejamento e execução padronizada

13:00h – 14:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Walison Rodrigues de Oliveira – Análise funcional de calçadas no entorno de Polos Geradores de Viagens no município de Marabá-PA através do Índice de Caminhabilidade.
Andréa Holz Pfützenreuter – Aplicação do indicador de caminhabilidade – IAAPE em trecho da Rua Max Colin em Joinville-SC
Juliana Tiemi Tamanaha – Atraindo compartilhamento de bicicletas para a periferia: possibilidades para a Região Metropolitana de São Paulo
Lucian De Paula Bernardi – Critérios para implantação de ciclovias em São Paulo visando a máxima substituição do automóvel

14:00h – 15:00h Qualidade – Marketing – Tecnologia
Gabriel Feriancic – Veículos Autônomos: Ética e Responsabilidade
Guilherme Damasceno – As experiências e resultados da Campanha VIVA – EMDEC Campinas
Helcio Raymundo – Piora a mobilidade urbana no Brasil: desutilidades crescem de 2003 a 2016.
Lívia Goulart Tovar – O veículo conectado: perspectivas sobre aplicações da internet das coisas no transporte de carga rodoviário.

15:00h – 16:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Humberto de Paiva Junior – Aplicação comparativa dos métodos de cálculo de emissões TEEMP e GHG-Protocol no sistema VLT da Baixada Santista.
Humberto de Paiva Junior – Avaliação dos impactos do teletrabalho na mobilidade urbana e emissão de poluentes atmosféricos
Igor Miranda Pinto – Análise da construção da cultura cicloviária carioca
Igor Miranda Pinto – Análise da infraestrutura de caminhabilidade do Crajubar

16:00h – 17:00h Trânsito
Carla de Oliveira Leite Nascimento – A utilização de cargo-bike é economicamente viável para entregas urbanas no Brasil?
Cláudio Renê Valadares Lobato – Acidentes em concessões de rodovias federais – análise com base nas taxas de acidentes e de severidade dos acidentes
Dimitri Machado de Oliveira – Mobilidade urbana em BH: Rodízio de veículos
Flavio Soares de Freitas – Diagnóstico e comunicação de dados de saúde para segurança viária

17:00h – 18:00h Transporte Público
Antônio Augusto Moreira de Faria – Trabalhadoras Metroviárias e Ferroviárias: Memória, Tecnologia, Escolaridade
Artur José Dias de Abreu – Regularidade nos pontos de embarque, um desejo do usuário a ser atendido.
Simone Costa Rodrigues da Silva – Do papa às olimpíadas: a integração metropolitana dos transportes públicos no Rio de Janeiro.
Bianca Gonçalves Lara – Implementação de um plano de mobilidade corporativa como forma de mitigar impactos apontados no RIC

9h00 às 18h00

AUDITÓRIO 9 – Comunicações Técnicas

11:00h 12:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Emme Emanuela Ferreira Cardoso – Feiras abertas são locais de acessibilidade?
Esterfeny Guedes Pires – Estudo de viabilidade para implantação de rede ciclável na Avenida do Turismo – Manaus/AM
Felipe Alberto Martins Alves – Faixa em diagonal e a mobilidade a pé: aprendizados e desafios de Fortaleza.
Fernanda Portugal Sugimoto – A produção legislativa sobre mobilidade por bicicleta na Câmara Municipal de São Paulo

12:00h – 13:00h Transporte Público
Luiz Carlos de Jesus Miranda – Avaliação do nível de ocupação dos ônibus por meio das imagens registradas pelas câmeras internas
Marcell Alexandre de Oliveira Costa – Desafios do gerenciamento de projetos em empreendimentos de mobilidade urbana.
Marcos de Luca Rothen – Os ônus para os usuários da integração nos terminais de ônibus da RM de Goiânia
Mariangela Marini dos Santos Pereira – Ética e cidadania no transporte público – formação de operadores do sistema

13:00h – 14:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Flávia Lima Mascarenhas Diniz – Proposta metodológica para avaliar a caminhabilidade em campi universitários
Flávia Ulian – Pesquisa de Mobilidade da Fatec Tatuapé
Gabriela Callejas – Como anda: fortalecendo a mobilidade a pé no Brasil

14:00h – 15:00h Transporte Público
Marieli Donina Martins Cavalcante Costa – Análise da integração dos elementos do sistema rodoviário no transporte público.
Rafael Gândara Calabria – Prioridade do transporte coletivo nas maiores capitais brasileiras
Regina Célia Brabo Ferreira – O serviço de mototáxi no município de Belém: sua implementação e vantagens para a acessibilidade
Renato Boareto – A evolução recente do sistema de transporte público coletivo do Distrito Federal

15:00h – 16:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Gustavo da Costa Santana Vieira – Modo de escoamento da extração de minérios no município de Novo Progresso-PA
Helena D’Agosto Miguel Fonseca – Análise das condições de caminhabilidade no entorno do Campus I do CEFET/MG
Jéssica Gomes de Lucena – Torre ao nível dos olhos: caminhabilidade induzida pelos espaços de transição
Juliana Bevilacqua Jacob – Avaliação da caminhabilidade a partir do iCam ITDP em município de pequeno porte.

16:00h – 17:00h Transporte Público
Sara Cancado Dutra Cota – Sistemas de Informações por mídia social em empresa pública – WhatsApp

Diamantino Augusto Sardinha Neto – O Metrô de São Paulo como agente de acesso à educação: Um estudo exploratório em Universidades Privadas
Renato Guimarães Ribeiro – Estudo do transporte informal intermunicipal de passageiros em veículos de passeio, no Brasil
Wilson Gomes Valadares Júnior – Comissão Regional de Transportes e Trânsito – Um caso de sucesso em Belo Horizonte.

17:00h – 18:00h Qualidade – Marketing – Tecnologia
Paula Isanelle Correia de Araújo – Sistema Integrado de gestão da qualidade do transporte público de Maceió
Thiago Von Zeidler Gomes – Laboratórios de Mobilidade: cinco anos de experiência em SP
Peter Ludwig Alouche – Aeromóvel, Tecnologia Brasileira de “PEOPLE MOVER”
Kimberly Cristina Bastos Leal – Mobility as a Service: uma nova forma de ver a mobilidade urbana

 

Hora
Tema

09:00h 09:15h

Abertura do 2o dia

Luiz Carlos M. Néspoli (ANTP)


Marcelo Fontana
(OTM)

09:05h à 09:45h

Cidades e Meio Ambiente

Eduardo A. VasconcellosAssessor Técnico da ANTP


Carlos Leite
Arquiteto e Urbanista da a Stuchi & Leite Consultoria, professor da Universidade Mackenzie e autor do livro Cidades Sustentáveis Cidades Inteligentes – Desenvolvimento Sustentável num Planeta Urbano

9h45 - 10h45

MaaS – Mobility as a Service: Os novos conceitos de Mobilidade Integrada e Mobilidade como Serviço, que colocam os usuários no centro dos serviços de transportes

Roberto SganzerlaEspecialista em Marketing de Transportes e Mobilidade Urbana

Edmundo Carvalho Pinheiro
 – RedeMob

10h45 - 11h45

Novas tecnologias que facilitam a gestão e a Mobilidade Urbana nas cidades

Rubens Gil FilhoCEO | AUTOPASS

Jeff Moore
Vice-presidente de Desenvolvimento de Novos Negócios | Trapeze

11h45 - 12h45

Novas Tecnologias para o pagamento das tarifas e a aceitação de cartões bancários EMV contaclles no transporte público

Matt BlanksVice President, Global Transit, Enterprise Partnerships | Mastercard


Ana Reiley
Head of Delivery within the Visa Global Urban Mobility

12h45 às 13h

Momento Startup – Como a inteligência artificial pode ajudar a mobilidade urbana

Luiz Renato Mattos – OnBoard Mobility

13h00 às 14h00

Apresentação do Intercity, Linha 7 e das Concessões das Linhas 8 e 9 – CPTM

 Apresentação do Intercity, Linha 7 e das Concessões das Linhas 8 e 9 – CPTM

 

Moderador:

Vicente Abate – Presidente da ABIFER

 

Palestrantes:

Michael Sotelo CerqueiraCoordenador da Coordenadoria de Monitoração das Concessões e Permissões da Secretaria de Transportes Metropolitanos

Pedro Tegon Moro – Presidente da CPTM

 

14:00h 15:00h

Micromobilidade através de bikes e patinetes

Luiz Marcelo AlvesGROW (Brasil)

Tomás Martins
CEO | Tembici

15:00h 16:00h

Transporte sob demanda (on-demand): Otimizando serviços de mobilidade com novas tecnologias.

Angelo Leite Presidente – Serttel


Milena Braga Romano – Vice – Presidente | UBus

16:00h 17:00h

Legislação Brasileira: Nova lei sobre abertura e proteção de dados Tarifa de remuneração e tarifa pública

Dr Leonardo CordeiroSócio do Cordeiro, Lima e Advogados e possui LL.M em Direito Societário pelo INSPER

 

Dr Ivan LimaSócio do Cordeiro, Lima e Advogados e mestrando em Direito Público pela FGV

17:00h 18:00h

Trânsito & Mobilidade – Realidade e Desafios Mundiais

Silvia Lisboa Coordenadora Programa respeito à vida – Governo do Estado de São Paulo

 

Victor PavarinoConsultor em Segurança Viária e Mobilidade Sustentável da Organização Panorâmica de Saúde – OPAS/OMS

 

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 7

Espaço Volksbus – Workshop Padrões de Qualidade e Sustentabilidade do Transporte Público por Ônibus.

 

Das 10h00 às 12h30 – Gestão Operacional para a Melhoria da Qualidade do Transporte Público por Ônibus – Padrões.

A ANTP elaborou o Guia Básico de Gestão Operacional para a Melhoria da Qualidade do Transporte por Ônibus. Será feita uma apresentação do conteúdo do Guia, ao mesmo tempo em que receberão uma edição impressa. Durante e/ou após a explanação será aberto para perguntas e debates. A ideia desta parte do Workshop é sensibilizar os gestores públicos e privados da importância da implantação da cultura da gestão operacional dos transporte públicos nos municípios, enfatizando o papel do gestor público e da contraparte contratual com os operadores contratados.

Expositor: Claudio de Senna Frederico, Vice-Presidente da ANTP, ex-Secretário Metropolitano de Transporte do Estado de São Paulo e consultor de transporte.

 

Das 13h30 às 15h00 – Remuneração pela Prestação dos Serviços (RPS) – Metodologia de Cálculo dos Custos Operacionais dos Serviços de Ônibus

 

No documento “Metodologia de Cálculo dos Custos dos Serviços de Transporte Público por Ônibus”, elaborado pela ANTP em parceria com a Frente Nacional de Prefeitos, NTU e o Fórum Nacional de Secretários, uma das principais inovações introduzida pelo documento foi a Remuneração pela Prestação dos Serviços (RPS), que dá transparência à forma de estabelecer o lucro empresarial na prestação dos serviços de ônibus contratados pelo Poder Público. Trata-se de uma abordagem inédita no cálculo da tarifa e que será esmiuçada neste evento.

Expositor: Fernando Leme Fleury, Economista, Mestre em Administração pela Universidade de São Paulo, Professor da Ibmec Educacional AS e Consultor Especial de Projetos da International Financial Corporation. Fleury fez parte da equipe de elaboração do documento citado e autor da metodologia da Remuneração pela Prestação de Serviços.

 

Das 15h30 às 17h00 – Impacto do Transporte por Aplicativo na Sustentabilidade do Transporte Público

Muitas cidades brasileiras estão assistindo a entrada em serviços de sistemas de transporte de passageiros por aplicativos, com regulamentação precária ou quase nenhuma regulamentação. Que tipo de risco para o transporte público regulamentado de passageiros pode decorrer desta nova forma de prestação de serviço de transporte.

Para calcular o impacto, a ANTP elaborou um estudo a esse respeito, cujas conclusões são de tal ordem relevante que devem ser conhecidas e debatidas com os principais atores da prestação do serviço de TP: Poder Público e Operadores Privados.

Expositor: Eduardo Alcântara Vasconcellos, Presidente da Comissão de Meio Ambiente da ANTP e consultor técnico da ANTP

 

 

 

 

9h00 às 18h00

AUDITÓRIO 8

09:00h – 10:00h Qualidade – Marketing – Tecnologia
Rosa Emília da Conceição – Racionalização e potencialização das estruturas organizacionais nas empresas
Fernando Galego Boselli – Biblioteca BIM CPTM: Desenvolvimento de Famílias de Elementos Padronizados para Projeto
Sabrina Tavares Gama – Gestão centralizada de documentos técnicos de manutenção

10:00h 11:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente – Transporte Não Motorizado

Mila Viana Alves – Metodologia para definição de zonas de tráfego na cidade de Tucuruí-PA.

Cleanto de Freitas Barreto – Ruas Completas: uma contribuição funcional e estética para o projeto.

Marlon Braga dos Santos – Fatores determinantes ao uso do transporte a pé na cidade de Tucuruí-PA

Beatriz Ferraz Barros – A construção do Plano de Mobilidade Urbana em municípios predominantemente rurais: uma proposta de metodologia

11:00h 12:00h Trânsito
João Marcos Medeiros – Análise dos Atropelamentos de Pedestres em Rodovias Federais em Curitiba entre 2007 e 2018
José Caio Rodrigues da Silva – O impacto da integração de veículos autônomos no tráfego de São Paulo
José Elievam Bessa Júnior – Identificação e análise de pontos e trechos críticos de acidentes de trânsito na cidade de Belo Horizonte com o auxílio de mapas temáticos
Leise Kelli de Oliveira – A paralisação dos caminhoneiros e o impacto no tráfego de Belo Horizonte.

12:00h 13:00h Transporte Público
Caroline Muñoz Cevada Jeronymo – Análise do ponto de equilíbrio financeiro do prestador de serviço de transporte complementar da região do Cariri Cearense
Claudia Cosme Mascarenhas – Estudos de tráfego para implantação de BRT no trecho Km21–Vila Yara – Osasco/SP
Daniel Luis Nithack  – QRCode no transporte coletivo urbano: ganho no tempo de embarque e segurança.

Sílvia Vitali Santos Mauad – Elaboração de estudos de tráfego para trecho do VLT de Santos/SP (SIM-RMBS)

13:00h 14:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente – Transporte Não Motorizado
Victor Frazão Barreto Alves – Plano Diretor de Transportes para a região de Embakasi – Nairobi, Quênia

Giovanna Garcêz Freire – A aplicabilidade do SIG para a elaboração de uma rota acessível no Centro de Barbalha, Ceará

Eduardo Luiz Machado Tenório – Análise dos fatores determinantes ao uso do transporte cicloviário em Tucuruí-PA

Arielly Batista de Oliveira – Análise da expansão urbana e seus impactos na mobilidade urbana do município de Tucuruí-Pa: Um estudo preliminar no Residencial Vivacidade.

13h30 às 14h – SOFTPLAN

14h às 15h – HARSCO 

15h ás 16h – IDEMIA

 

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 9

09:00h – 10:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Letícia Quintanilha – Influência do ambiente construído nos padrões de deslocamento no Rio de Janeiro
Lucas Brandão Monteiro de Assis – Análise da acessibilidade para pedestres em um eixo comercial na cidade de Itabira-MG.
Luiz Gustavo Oliveira da Silva – Público x privado no contexto da mobilidade urbana: uma visão ontológica.
Maciel da Costa Furtado – Aplicativo móvel para mapeamento de setores que dispõe de acessibilidade na cidade de Tucuruí-PA (MoveOn)

 

10:00h – 11:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Maisa Sales Gama Tobias – Análise em ambiente SIG de indicadores de mobilidade urbana e segregação socioespacial na Região Metropolitana de Belém.
Makey Nondas Maia – O Estudo de Impacto de Vizinhança como instrumento potencializador da conservação ambiental
Marcos Leodoro Borges – Programa de Combate ao Abuso Sexual – Juntos Podemos Parar o Abuso Sexual nos Transportes
Paulo Carvalho Ferragi – O Entorno das Estações Metroviárias e Terminais de Ônibus “Polo de Atratividade Urbano”

 

11:00h – 12:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Pedro Augusto Dutra Miranda – Ruas Completas: conceito e aplicação no contexto de Belo Horizonte.
Pedro Luís Bagno Garcia – A ciclabilidade sob a ótica de ciclistas: proposta metodológica para a elaboração de um índice para Belo Horizonte
Renato Saravy Diacópulos – Perspectivas da integração modal ônibus-bicicleta em áreas centrais – Estudo de caso de Campo Grande-MS
Sandra González Álvarez – O Vila do Amanhã

 

12:00h – 14:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Sheila Elisângela Menini – Uma metodologia de análise multicritério na identificação de vias potenciais para a implantação de ciclovias em cidades de
pequeno e médio porte.
Simone Costa Rodrigues da Silva – Urbanismo Tático na Tijuca, Rio de Janeiro: Caso de Integração para inovação no desenho urbano
Tais Barreto Costa – O Sistema Corporativo de Bicicletas Compartilhadas da Prefeitura de Fortaleza

 

14:00h – 15:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Victor Andrade – Mobilidade sustentável corporativa: O caso da sede e da fábrica da Petrobras distribuidora antes da Petrobras distribuidora S.A. (RJ)
Victor Callil – Potencial socioespacial e socioambiental das políticas cicloinclusivas em São Paulo
Yan Beltrame Teixeira – Procedimento de verificação para medidas de mobilidade urbana sustentáveis aplicando conceitos da permacultura

 

15:00h – 16:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Thadeu André Melo – Mobilidade urbana: perspectivas, avanços e desafios na Baixada Fluminense
Yasmin Grassi – Instalação de sistema de medição para leitura remota do consumo de energia auxiliar de cada estação
Maikon Roberth de Novaes – Pesquisa urbanística do entorno dos domicílios: presentação metodológica e resultados preliminares da prova-piloto do
Censo Demográfico 2020
Ycaro Gabriel da Costa Batalha – Abordagem multicritério para a escolha de tipologia cicloviária: estudo de caso em vias de Manaus.

 

16:00h –  17:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Juliana Oliveira Duarte – Mobilidade urbana sustentável: estudo do caso da zona oeste do RJ.
Juliane Érika – Perfil de deslocamentos dos usuários de um Campus Universitário urbano, caso da UFMT em Cuiabá
Kelly Cristina Fernandes Augusto – Sociedade Civil Organizada amplia a participação na Lei de Calçadas de São Paulo.
Leandro Cardoso – A bicicleta como meio de transporte integrado a terminais de ônibus: o caso da Estação Pampulha (Belo Horizonte/MG)

17:00h – 18:00h Questões Urbanas – Meio Ambiente –
Transporte Não Motorizado
Bianca de Oliveira – Dificuldades dos municípios de pequeno porte para elaboração de planos de mobilidade urbana: o caso de Pedro de Toledo – SP
Mity Hori – Bondes a Pé: o estudo de caso do Festival do Japão 2018
Bruno Gabriel Santos Correa – Parada de Ônibus com uso de materiais alternativos
Caio Rafael dos Santos Penha – Análise Técnica da área portuária do Igarapé das Mulheres, em Macapá-AP

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 1

Ônibus Urbano – NTU – 9h as 13h

 

André Dantas – Diretor técnico | NTU

 

PARTICIPANTE:

Maria Luiza SantosCoordenadora | COLETIVO
e representantes dos atores da mobilidade urbana (a serem confirmados)

 

PROGRAMAÇÃO:
Programa COLETIVO – apresentação de lançamento;
Vencedor do 1º. Desafio COLETIVO;
Mesa redonda de diálogo com os atores da mobilidade urbana;

 

Compliance no sistema de transporte público – ANT/ Selos Consultoria / CGU / PGU / SPURbanuss – 13h as 14h

A melhoria da qualidade do transporte público é uma condição necessária se conquistar o apoio da população para mais investimentos e maior atenção do Poder Público. Transparência, padrões de qualidade e conformidade em todos os processos é o caminho que outros setores privados tem seguido no Brasil. Não há dúvida que também se caminhará na direção da concepção e implementação de uma política de compliance, no setor de transporte público.

 

MODERADOR:
Andrea AntinoroDiretora Executiva | Selos Consultoria

 

Antônio FonsecaSub Procurador Geral da República | PGU
André Castro CarvalhoAdvogado especialista em compliance e colaborador externo | Cordeiro, Lima e Advogados
Francisco Christovam Presidente | SPUrbanuss

 

Custeio e gratuidade no transporte público – ANTP / Secretaria de Transportes de Porto Alegre /  Grande Recife Consórcio de Transporte / SPTrans / São Paulo /  Secretaria Municipal de Transporte e Transito de Piracicaba / Metrô de São Paulo – 14h as 16h

Estudos indicam que nos últimos 20 anos houve uma significativa perda de demanda no transporte público por ônibus urbanos. Ao mesmo tempo, ampliaram-se as políticas de gratuidades, indo além das previstas na Constituição. Esses fatores conjugados estão pressionando os reajustes da tarifa pública ou, em alguns casos, exigindo subsídios orçamentários para cobertura dos custos operacionais. Como as cidades estão enfrentando este desafio?

 

MODERADOR:

Rodrigo TortorielloSecretario Extraordinário de Mobilidade Urbana de Porto Alegre

 

Fabio Berwanger Juliano – Diretor Presidente | EPTC (Porto Alegre)
Erivaldo CoutinhoDiretor-Presidente | Grande Recife Consórcio de Transporte
Jorge AkiraSecretário Municipal de Transporte e Trânsito – Piracicaba | Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito de Piracicaba

Carlos Alberto Querino Silva – Representante da ANTP na Bahia

 

Prioridade para o transporte público – Boas práticas no Brasil – ANTP / URBES – Sorocaba /  SMTT – Maceió / Fórum Paulista de Secretários e Dirigentes Públicos de Mobilidade / EPTC – Porto Alegre / Metrô de São Paulo – 16h30 as 18h

Em 15 anos, a frota de automóveis no Brasil saltou de 30 milhões para perto de 100 milhões veículos, congestionando as principais vias públicas de inúmeras cidades, com queda na velocidade média do tráfego geral. Na grande maioria das vias urbanas os ônibus circulam misturados ao tráfego geral, reduzindo sua velocidade comercial e, por consequência aumentando o custo operacional da rede de transporte urbano. A prioridade na via, prevista na Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei da Mobilidade, de 2012), é condição necessária para a melhoria dos tempos de viagens para os usuários e para a redução de custo operacional e, com isso, redução da pressão sobre a tarifa pública. As cidades brasileiras estão aplicando a Lei de Mobilidade Urbana? Quanto se evoluiu nestes 6 anos?

 

MODERADOR:

Carlos Alberto Batinga Chaves – Conselho Diretor | ANTP

 

Plinio Oswaldo Assmann – Fundador da ANTP, Ex-Presidente do Metrô/SP

Luiz Carlos Franchim – Presidente | URBES (Sorocaba)
Antônio Moura – Superintendente | SMTT (Maceió)
Atílio Pereira – Presidente | Fórum Paulista de Secretários e Dirigentes Públicos de Mobilidade
Luciano Souto – Gerente de Controle e Operação do Trasnporte | EPTC (Porto Alegre)

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 2

Ônibus Rodoviário 09h às 13h

CONDUÇÃO: ABRATI

 

8h30 – Welcome Coffee

9h00 – Abertura: Eduardo Tude, Presidente da Abrati e Rafael Grisolia CEO da BR Distribuidora

9h30 – Novo Momento da BR Distribuidora: Soluções para o segmento rodoviário de passageiros, Marcelo Cruz, Diretor de Mercado Corporativo e Lubrificantes da BR Distribuidora

10h00 – Coffee Break

10h10 – Palestra sobre Inovação no Transporte de Passageiros

– Inovações que o cliente vê e as que ele não vê – Paula Barcellos Tommasi Correa, Diretora Executiva da Viação Águia Branca

– Programa Fidelidade Ouro e Prata – Luana Fleck, Diretora da Viação Ouro e Prata

-Tecnologia e Conforto no Transporte Rodoviário – Thiago Sasaki, Coordenador de Marketing da Viação Garcia

11h30 – Palestra sobre a importância das novas tecnologias no transporte de passageiros – Waldez Ludwig

12h30 – Encerramento

 

 

13:00h – 14:00h Fretamento – O Fretamento na Nova Mobilidade – Eduardo A. Vasconcellos | Assessor técnico – ANTP 

 

14:00h – 15:00h Fretamento – A transformação do consumidor e seu impacto no transporte Mariana Aldrigui – Coordendora das ações da ONG Global Travel & Tourism Partnership no Brasil

 

15:00h – 17:00h – Locação de veículos – Apresentação do setor, números e desafios – Paulo Miguel Jr. – Presidente | ABLA

Painel de debate: O modelo de carros compartilhados nas grandes metrópoles

Diego Lira – Turbi

Felipe Barroso – Sascar

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 3

ESPAÇO TRILHOS – 9h às 10h

Desafios para o avanço do setor metroferroviário de passageiros no Brasil

 

MODERADOR:

Roberta Marchesi – Diretora Executiva | ANPTrilhos

 

  • Visão Nacional, João Gouveia Ferrão Neto, Vice-Presidente Executivo da ANPTrilhos
  • Visão Municipal, Jonas Donizette, Presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e Prefeito de Campinas
  • Delmo Pinho, Secretário de Transportes do Estado do Rio de Janeiro
  • Autoridade Metropolitana, Roberto Labarthe, do Comitê de Mobilidade da ABDIB
  • O papel federal no impulsionamento de projetos, Jean Carlos Pejo, Assessor Especial do Ministro, Ministério do Desenvolvimento Regional

Debate

10h30 – Intervalo

 

ESPAÇO TRILHOS

 

11h00 – Tecnologia voltada para mobilidade urbana

Moderador – Milton Gioia, Vice-Presidente de Planejamento da ANPTrilhos

  • O papel da educação na formação da geração de valor para empresas de mobilidade, Pedro Tegon Moro, Diretor Presidente da CPTM
  • MaaS, Felipe Copche, Metrô de São Paulo
  • NFC Tecnologia de Bilhetagem, Newton Werneck, Gerente de Tecnologia da Informação do MetrôRio
  • A evolução do profissional de engenharia no transporte do futuro, Pedro Machado, Presidente da AEAMESP
  • Tecnologia do Aeromovel, Marcus Coester, Presidente da Aeromovel Brasil

Debate

 

Governança Metropolitana dos Transportes – 13h às 16h

Milhões de passageiros transportados num dos maiores aglomerados urbanos do mundo, em que cada cidade e o Estado têm sistemas distintos de transportes. Um sistema em que convivem ônibus urbanos e intermunicipais, trens e metrô, que compartilham ruas e avenidas com uma frota gigantesca de veículos leves e pesados, sem contar ciclistas e pedestres. Como organizar esse cenário de forma a garantir, no futuro, uma mobilidade de qualidade em toda a Região?

 

MODERADOR:

Ailton Brasiliense Pires – Presidente da ANTP

 

DEBATE:

José Antonio Fernandes MartinsPresidente – SIMEFRE

Celio Freitas BouzadaPresidente | BHTRANS
Marco Antonio AssalvePresidente | EMTU/SP

Gilson SantosPresidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba – COMEC

 

 

Gestão de educação para o trânsito – Escolas Públicas de Trânsito – 16h às 18h

O objetivo esperado – cidadãos e cidadãs conscientes de suas obrigações e responsáveis pelas consequências dos seus atos – requer que as estruturas de ensino e todos os atores envolvidos na gestão do trânsito estejam atentos e em consonância – públicos ou privados – para que cada um faça sua parte. Esse é um dos propósitos das Escolas Públicas de Trânsito que têm a tarefa de implementar o Plano Nacional de Segurança no Trânsito e das Coordenações de Educação para o Trânsito que fazem parte dos órgãos do SNT – Sistema Nacional de Trânsito. Qual o panorama da educação para o trânsito no Brasil?

 

MODERADOR:

Antenor PinheiroCoordenação Regional | ANTP (Centro-Oeste)

 

Rosana Néspoli Gerente da Escola Pública de Trânsito | Detran (São Paulo)
Diza Gonzaga – Escola Pública de Trânsito | Detran (Rio Grande do Sul)
Luiz Eduardo Pecce de Arruda – Superintendente de Desenvolvimento e Educação de Trânsito | CET (São Paulo)

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 4

Acessibilidade na Mobilidade Urbana – 9h às 10h30

A população com mobilidade reduzida – idosos e pessoas com deficiência – é crescente no Brasil e, segundo o último Censo do IBGE, já se contam em 45 milhões as pessoas com deficiência e 30 milhões de idosos. Em 2060, segundo a projeção, um quarto da população será de idosos. Alguns hábitos, tais como andar a pé, embarcar e viajar em transportes públicos com segurança resultam no grande desafio dos administradores públicos, em especial os gestores de mobilidade urbana. Considerando os dados de realidade, é fundamental indagar: Qual o panorama da nossa acessibilidade?

 

MODERADOR:

Mizael ConradoPresidente do Comitê Paralímpico Brasileiro

 

MESA:

Célia LeãoSecretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Estado de São Paulo

Cid TorquatoSecretário Municipal da Pessoa com Deficiência – São Paulo

Paulo GuimarãesSecretário Municipal de São José dos Campos

 

Mobilidade e Gênero – 10h30 às 12h

A melhoria da convivência nos meios de transporte e o aprimoramento da atenção aos cidadãos, por exemplo, passa pela discussão das mudanças culturais que estamos vivendo, a exigir a revisão de políticas de prestação de serviço e de atendimento à população; a educação para a tolerância à diversidade sexual; e o desenvolvimento de práticas mais condizentes com os novos tempos. De que maneira os gestores públicos e privados devem compreender as necessidades individuais das mulheres e da população LGBTQIA+ nos deslocamentos diários e na prestação dos serviços de transporte?

 

MODERADORA:

Rosana Néspoli Gerente da Escola Pública de Trânsito – DETRAN/SP

 

MESA:

Mariana Chiesa Gouveia NascimentoVice-Presidente da Comissão de Urbanismo da OAB/SP;

Isabela Guimarães Del Monde Especialista em direito digital, publicitário e das mulheres; e Co-Fundadora da Rede Feminista de Juristas;

Marcelo Galego Coordenador de Políticas para a Diversidade da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo.

Cecília Helena Fuentes Guedes – Relacionamento com o usuário – Metrô SP

 

Como reduzir acidentes com motocicletas no Brasil – 14h às 16h

Os acidentes e mortes no trânsito constituem um dos grandes flagelos da sociedade mundial e o Brasil não está fora disso. No caso de acidentes e mortes com motocicletas, os números são mais alarmantes ainda, com um número de mortes crescentes e com grande parte dos leitos hospitalares de traumatologia ocupados por sobreviventes. Trata-se de um tema complexo que não tem recebido a devida atenção da sociedade. O que é necessário fazer?

 

MODERADOR:

Nancy Schneider Comissão Técnica de Trânsito da ANTP

 

MESA:

Cel. PM José Marcelo Macedo CostaComandante | CPTRAN (São Paulo)

Renato Telles Superintendente | SMTT (Aracajú)

Paulo Roberto Guimarães JuniorSecretário Municipal de Mobilidade de São José dos Campos | Secretaria Municipal de Mobilidade de São José dos Campos

Rosangela BattistellaSuperintendente | SETRAN (Curitiba)

Nilson Roberto de Barros CarneiroAraraquara

Renato Barandier JuniorNiterói

 

Programas Exitosos de Redução de Acidentes – 16h às 18h

Depois do lançamento da Década de Ações de Segurança Viária da ONU, em 2011, esta campanha despertou o desenvolvimento de muitas ações dos gestores públicos responsáveis pelo trânsito em vias urbanas e rodovias no Brasil. Embora ainda não exista em nível federal uma estrutura de abordagem e implantação de política nacional de redução de acidentes, há, por outro lado, muitos casos de êxito que servem como exemplo e estímulo para este que deve ser um propósito de toda a sociedade. Como as cidades e os órgãos rodoviários estão atacando este problema?

 

MODERADOR:

Ricardo Mendanha Coordenador Regional | ANTP (Minas Gerais)

 

DEBATE:

Heloisa Martins – Gerente de  segurança do trânsito | CET (São Paulo)

Silvia LisboaPrograma Respeito à Vida | Governo do Estado de São Paulo
Marcelo Afonso PradoSecretário Municipal de Trânsito (Praia Grande) | Secretaria Municipal de Trânsito Praia Grande
Silvestre Eduardo Rocha RibeiroGestor de Mobilidade e Transporte de Jundiaí | Prefeitura de Jundiaí
Francisco Arcelino Araújo LimaPresidente | Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania de Fortaleza

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 5

Moderador: Arnaldo Luís Santos Pereira – Membro do Conselho Diretor da ANTP e secretário executivo da Comissão Técnica de ITS da ANTP

 

9h00 às 10h00 – Digicon

Helgio Trindade – Diretor de Mobilidade Urbana

Tecnologia e inovação para melhorar a mobilidade urbana

 

10h00 às 11h00 – Tacom

KIM+ você merece mais. (Uma apresentação do Market place KIM+ e suas funcionalidades).

Apresentador: Maurício Rigotto – Diretor Executivo

 

CITbus Nextgeneration e suas contribuições para as Smartcities

Apresentador: Marco Tonussi. Diretor de Marketing e Mercado

 

 

11h00 às 12h00 – Empresa1

Evolução com base em integração tecnológica – Case Empresa 1 e Sindiônibus (Fortaleza)

Palestrantes: Romano Garcia (Diretor Comercial da Empresa 1) e Paulo César Barroso (Superintendente do Sindiônibus)

 

 

12h00 às 13h00 – Prodata/Clever Devices

INSTITUCIONAL – PRODATA e CLEVER – 10 minutos

2. PORTO ALEGRE – representado pelo Secretário Municipal de Transportes, Rodrigo Tortoriello e a presidente da ATP, Sra. Stamatula Vardaramatos – 20 minutos
3. JUNDIAÍ – representado pelo Sr. Fabio Miguel, Diretor da Viação Jundiaiense

O tema será “PROJETOS DE ITS – TUDO CONECTADO PARA UMA MELHOR OPERAÇÃO”

 

13h00 às 14h00 – Transdata

Abertura: “O Futuro da Mobilidade” – Rafael Teles – Transdata

Palestra: “Como a tecnologia está ajudando a reinventar o transporte coletivo na Região Metropolitana de Curitiba”. – Ayrton Amaral Filho – METROCARD (Curitiba) e Gilson dos Santos – Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC)

Palestra: “A importância do ITS nos projetos de requalificação e reestruturação dos transportes públicos: um panorama do Brasil, América Latina e África” – Fátima Silva – PAIT Consultores

 

14h00 às 15h00 – Sistemas e Soluções para Transporte Público/ IMPLY

 

Mediador – Sergio Meinhardt | Imply

Participantes:
– Beatriz Braga | Metra
– Carlos Augusto Cardoso Guedes | Consórcio Ótimo
– Fabiano Horn | Imply
– Rodney Freitas | Autopass
– Rubens Gil Filho | Autopass

 

15h00 às 15h30 – Visa – Transporte e pagamentos digitais: Como os pagamentos por aproximação podem contribuir para a indústria de transporte

15h30 às 16h30 – Perto

Fernando Mitidieri – Diretor software e outsorcing

Tema: Redes de distribuição de crédito para o transporte público

 

 

 

 

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 6

Mobilidade Elétrica

9h – 9h30

Moderador:

Cláudio de Senna Frederico – Vice Presidente da ANTP

Flávia Consoni UNICAMP

TEMA: Panorama geral dos elétricos no mundo
• Frota
• Políticas públicas
• Barreiras

 

09h35 – 09h55

Palestra Paulo Maisonnave – ENEL Soluções

Tema: Infraestrutura para recarga

 

10h00 – 10h20

Juliano Mendes – Baterias Moura

Tema: Baterias

 

10h25 – 10h45

Valter Luiz Knihs – WEG

Tema: Cadeia produtiva brasileira

 

10:50 a 11:35

Mesa Redonda

BYD – ELETRA

 

11:40 a 12:25

Debate: Plateia + Palestrantes

Mediador: Claudio de Senna Frederico

 

12:30 – Encerramento

 

14:00 – Abertura

A BICICLETA COMO MOBILIDADE PARA CIDADE MAIS HUMANA E SUSTENTÁVEL

  • DEINFRA
  • FIESP/SIMEFRE

14:15 – Incentivos e financiamentos para projetos e obras cicloviárias

  • Mobilidade por uma cidade mais humana e sustentável
  • Integração das ciclovias com outros modais
  • Aumento da estrutura  e da segurança no trânsito

 

Expositor: Jean Carlos Pejo – Assessor Especial do Ministro de Desenvolvimento Regional

 

15:15 – Micromobilidade através de bikes e patinetes

 

Expositor: Marcelo Loureiro – GROW

 

15:40 – Novas tecnologias que facilitam a gestão e a mobilidade urbana nas cidades

 

Expositor: Victor – Ubus

 

16:10 – A  indústria brasileira de bicicletas e peças  – A importância do Polo Industrial de Manaus – PIM

 

Expositor: Cyro Gazola – SIMEFRE/ABRACICLO

 

17:00 – A economia da bicicleta – Motivações

 

Expositor: Daniel Guth, da Aliança Bike

 

17:30 – Usuários de bicicletas – Experiência do dia a dia  – Subsídios

 

Expositores: Vereador José Police Neto; e Renata Falzone

 

18:00 – Canal Chaguei de Bike – Silvia Ballan

 

18:30 – Encerramento

 

09:00h 18:00h

AUDITÓRIO 7

Qualidade do Transporte Público e da Mobilidade Urbana – 9h às 10h30

Moderador: João Batista M. Ribeiro Neto | METRÔ/SP

Painelistas:
Vicente Abate | Presidente da ABIFER
Alberto Epifani | METRÔ/SP
Helcio Raymundo | ANTP
Paulo Afonso Lopes da Silva | Membro Individual

Francisco Pierrini – Diretor Presidente da ViaQuatro e ViaMobilidade

10h30 às 11h – GOAL – DAVID CAÑABATE – SISTEMAS INTELIGENTES PARA O TRANSPORTE DO FUTURO

11h às 11h30 – MAXTRAC – Gustavo Travassos – “Ônibus conectando sem fio pessoas, veículos e coisas: um novo papel do transporte público na era da Internet das Coisas”

11h30 às 12h – M2M SONDA

12h às 13h – CITTAMOBI – Paulo Fraga – MaaS – Reinventando a experiência do cliente

13h às 13h30 – ECOBONUZ – Tulio Lessa “Por que a fidelização é a resposta para os desafios do setor do transporte coletivo urbano e rodoviário: o case Ecobonuz”

 

Alterações no Código de Trânsito Brasileiro – Oportunidades e Ameaças – 13h30 às 15h

Moderador: Fabio Antinoro | Coordenação Regional da ANTP de Brasília

Painelistas:
Cristina Badini | Universidade Federal do Amapá
Dulce Lutfalla | CET/SP
Felix Araújo | Campina Grande
Juarez Monteiro Molinari | Presidente da ABRAMET
Marco Antonio Xavier Teles | Transtel

 

Matriz Energética, Mobilidade Urbana e Saúde e Qualidade de Vida – 15h30 às 16h30

Peter Alouche | ANTP
Eduardo Vasconcellos | ANTP
Paulo Saldiva | Faculdade de Medicina da USP

Ieda Oliveira – Diretora da EletraIvan Whately | Instituto de Engenharia
Olimpio Alvares | Comissão de Meio Ambiente da ANTP

 

Transporte Publico e Planejamento Urbano – 16h30 às 18h

Ayrton Camargo – Arquiteto e Urbanista
Frederico Bussinger – IDELT
Luis Antonio Cortez Ferreira – Gerente de Planejamento | METRÔ-SP
Nazareno Stanislau Affonso – Coordenador Nacional | Instituto NDT
Valeska Pinto | ANTP

José Antonio Fernandes Martins – Presidente – SIMEFRE

09h00 às 18h00

AUDITÓRIO 8

09:00h –10:00h Transporte Público

Evelyn Cortez Alves – Análise e proposta de reestruturação do sistema de transportes de Teresópolis
Fernando Tavora Heitmann Ferreira Machado – Tarifa zero nos ônibus da cidade de São Paulo: o sonho
continua?
Flavia Delgado de Carvalho – Mobilidade urbana por trilhos: estudo de VLT em Petrópolis – RJ
Giangiulio Pietro Reis Cocco – Otimização da operação do transporte por ônibus em grandes eventos: um
estudo de caso em Belo Horizonte-MG

 

10:00h – 11:00h
Questões Urbanas – Meio
Ambiente – Transporte Não Motorizado
Daniel Lage Casalechi – O planejamento na mobilidade urbana sustentável: um estudo sobre as calçadas
de Pouso Alegre, MG
Diandra Maron – Diversidade de uso do solo e caminhabilidade: uma investigação em Carazinho/RS
Élio Jovart Camargo – Semáforos de pedestres: segurança e prioridade do pedestre em jogo
Ellen Emerich Carulli – As políticas do caminhar como ações de promoção de equidade no espaço urbano

 

11:00h – 12:00h
Transporte Público
Gregório Costa Luz de Souza Lima – Tendências e pontos críticos dos contratos e editais de licitação de
serviços de transporte público por ônibus no Brasil
Isabela Bittencourt Souza das Neves – Circulando no conhecimento: a importância da caminhabilidade e
do transporte coletivo na UFPA
João Ernani Antunes Costa – Índice de Desenvolvimento do Transporte Coletivo de Passageiros
Metropolitano (IDTransmetro)
Larissa Lázara Mesquita Cavalcante – Eficiência dos corredores exclusivos: Estudo de caso de medida não
estrutural nas Avenidas Constantino Nery e Torquato Tapajós em Manaus/AM

 

12:00h – 13:00h
Trânsito
Ricardo Junior Oliveira Soares de Souza – Segurança para pedestres em rotatórias: região sudoeste de Goiânia
Alessandro Queiroz de Souza – Estudo de problemas relacionados à municipalização do trânsito em Sergipe
Silvia Aparecida Longhi – Fatores de risco de acidentes de trânsito fatais no estudo de travessias
Thiago Canhos Montmorency Silva – Desafios e estratégias urbanas para a gestão da carga urbana, na
Região do Grande ABC
Vanilson Cosme Oliveira Couto – Desigualdades regionais da acessibilidade ao transporte coletivo por
ônibus: análise do Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte

 

13h às 13h30 – MOOVIT – Pedro Palhares – Mobilidade como Serviço: Como o Moovit ajuda as cidades

 

13h30 às 14h – CITTATI – Kleber Kikunaga – Cidades Conectadas

 

14h às 15h30 – Espaço CAU – Conselho de Arquitetura e Urbanismo

Tema:

Mobilidade e Urbanismo caminhando juntos como oportunidade de redesenho das cidades.

Palestrantes:

Karin Regina de Casas Castro – “Mobilidade a pé e urbanismo”

Lincoln Paiva – “Urbanismo Caminhável”

Luiz Antonio Cortez Ferreira – “Mobilidade para as pessoas, é possível?”

Constance Jacob Melo – “Promovendo e experimentando de um modelo de cidades para pessoas – Projeto Nossa Rua”

 

Debatedores:

Barbara Ramos Coutinho Vicalvi – Comissão de Mobilidade Urbana do CAU SP; AEAMESP

Nazareno Affonso – Instituto MDT

 

15h30 às 18h – Onde os novos projetos de infraestrutura de transporte conduzirão o progresso de São Paulo.

Moderador: Ailton Brasiliense Pires

Expositores:

João Octaviano Machado Neto – Secretário de Logística e Transportes do Estado de São Paulo

Sebastião Ricardo Carvalho Martins – Diretor de Procedimentos e Logística da ARTESP

 

09h00 às 18h00

AUDITÓRIO 9

09:00h – 10:00h
Trânsito
Lilian Rose Silva Carvalho Freire – A Representação Social do Condutor de Veículos da Cidade de São Paulo
Luciana Costa Brizon – Financiamento de serviços públicos por meio da precificação de vagas públicas
Luísa Tavares Muzzi de Sousa – Existe espraiamento logístico na Região Metropolitana de Curitiba?
Luiz Felipe Gomes Dellaroza – O transporte de cargas nos planos de mobilidade urbana do Brasil

10:00h – 11:00h
Questões Urbanas – Meio Ambiente – Transporte Não Motorizado
Ryane Moreira Barros – A caminhabilidade em Belo Horizonte sob a ótica de diferentes grupos etários.
Ryane Moreira Barros – Análise comparativa das percepções de homens e mulheres em relação às condições
de caminhabilidade em Belo Horizonte
Victor Hugo-Pereira – Análise Bibliométrica de Mobilidade Urbana

11:00h – 12:00h
Questões Urbanas – Meio Ambiente – Transporte Não Motorizado
Fernanda David Weber – Análise da acessibilidade nas calçadas: um estudo exploratório
Gisele Heloise Barbosa – Mobilidade urbana em São Paulo: a atuação da Cidadeapé no CMTT/SP
Daniel da Silva – Estudo de viabilidade de implantação de vias cicláveis em duas avenidas da cidade de
Canoas-RS com base no plano cicloviário do município
Daniel Guth – Mobilidade e desenvolvimento urbano: uma análise dos planos diretores de São Paulo

12:00h – 13:00h
Trânsito
Marcela Pimenta Faleiros dos Santos – Transtornos Urbanísticos: Avenida Milão no Residencial Eldorado, Goiânia
Marcos Feder – Prognóstico do percentual de ocupação da Área Azul utilizando dados da EDOM e ferramentas SIG
Pedro Henrique de Oliveira Cardoso – Motoboxes: Estudo de caso de acidentes da Av. Cristiano Machado em Belo Horizonte

Evandro Marques de Castro – Análise Diagnóstica dos 60 Cruzamentos com mais Acidentes com Vítimas em São Pauilo nos Anos de 2016 / 2017/ 2018 e Propostas de Melhorias
Raquel da Fonseca Holz – Conflitos Físicos e Sociais de uma interseção em Eldorado do Sul/RS: a segurança em evidência

 

Logística e Abastecimento

15h às 16h

Tayguara HelouPresidente | SETCESP

TEMA: As 12 propostas para a logística de abastecimento urbanos
para os municípios brasileiros

 

Criação de diretoria especializadas em cargas e logística dentro das secretarias municipais de transportes;

Retirar de circulação veículos irregulares;

Padronização e incentivo ao VUC;

Padronização nas restrições de circulação de veículos comerciais de carga na ZMRC e na GRMSP;
adequação e mais vagas para carga e descarga;

Ampliação e modernização das entregas noturnas;

Terminais e mini-terminais de abastecimento urbano e transbordo de cargas;

Implementação de corredores logísticos para carga de passagem;

Combater a ineficiência no recebimento de mercadorias, política de zoneamento nos entroncamentos entre rodovias e ferrovias para promover multimodalidade;

Desenvolvimento de tecnologias para automatizar as demandas do TRC;

Programas de educação e conscientização de boas práticas na indústria do transporte.

 

Planos de Mobilidade Urbana – Uma visão Geral do Brasil – 16h00 às 17h30

O planejamento da mobilidade urbana, ao lado e harmonizado com o planejamento urbano (Planos Diretores), tem por objetivo de longo prazo o desenvolvimento de cidades sustentáveis, com qualidade de vida para seus habitantes. Reduzir distâncias, tempos de viagem, melhorar o conforto e reduzir custos e impactos ambientais são os propósitos do plano de mobilidade, contemplando os princípios, diretrizes e objetivos da Política Nacional de Mobilidade Urbana. As cidades elaboraram seus planos de mobilidade? Estão implantando as diretrizes emanadas destes planos?

 

MODERADOR:

Cesar CavalcantiCoordenador Regional da ANTP do Nordeste

 

MESA:

Antonio SantanaOficina Consultores

Wagner ColombiniLogit

Eduardo Barbosa GermaniTTC

Willian AquinoSinergia

Luiz CortezMobilidade Urbana – CAU

 

SIGA-NOS: