Notícias

Porto Alegre renova bilhetagem eletrônica

Porto Alegre renova bilhetagem eletrônica

Sistema de ônibus dda capital do Rio Grande do Sul instala novos equipamentos e soluções em telemetria, monitoramento e biometria

Porto Alegre está investindo em novas tecnologias para melhorar o transporte coletivo da cidade. Entre as iniciativas, implementadas em parceria com a Prodata Mobility Brasil, está a renovação dos validadores de toda a frota de 1,5 mil ônibus.

Até agora, cerca de 1,2 mil equipamentos já foram instalados. “Sentimos a necessidade de modernizar todo o sistema de bilhetagem eletrônica. Os validadores novos funcionam como um computador embarcado, transmitindo dados sobre a localização do veículo enquanto circula pelas vias da cidade, como também informações relativas à operação. A solução possibilita o rastreamento dos veículos por GPS”, conta o diretor executivo da Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto

Alegre (ATP), Gustavo Simionovschi.

Além dos novos validadores e software de bilhetagem, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) também está realizando a expansão do projeto de reconhecimento facial, iniciado no fim de

  1. Quando há suspeita de fraude ou uso inadequado do benefício, o cartão de transporte é bloqueado. Atualmente, idosos, deficientes e estudantes são beneficiados.

Os responsáveis pelos cartões que apresentarem discrepâncias são chamados pela EPTC para os devidos esclarecimentos.

Caso seja comprovado o uso inadequado, há possibilidade de perda do benefício.

Porto Alegre possui índice de 35% de gratuidades e isenções, enquanto a média nacional é de 22%, de acordo com dados da EPTC.

Na solução de biometria de Porto Alegre, a câmera que fotografa os passageiros beneficiados pelas gratuidades também filma o interior dos ônibus. Outra novidade é a instalação do circuito fechado de televisão (CFTV), que possibilita o monitoramento por meio de câmeras e traz maior segurança ao usuário do serviço. “Além da câmera do sistema de biometria, estamos instalando outras para ter conhecimento de tudo que ocorre durante a viagem.

Os veículos podem ter duas, três ou até quatro câmeras, de acordo com a necessidade”, informa Simionovschi.

A instalação de sistema para rastreamento por GPS está em fase de implementação.

“O sistema de Porto Alegre é flexível e customizado. As soluções foram desenvolvidas em conjunto e especialmente para a cidade. Com o monitoramento e a telemetria, conseguimos transmitir todas

as informações relevantes para os usuários e para o operador”, explica Leonardo Ceragioli, diretor comercial da Prodata Mobility Brasil.

Os passageiros que utilizam o cartão TRI de transporte passaram a contar com o aplicativo TRI POA, disponível para IOS e Android. Por meio do novo app, é possível ver o saldo, o extrato dos últimos

usos e até fazer a recarga com cartão de crédito. O site do TRI também agregou a funcionalidade de compra com cartão disponibilizando ainda a opção na modalidade débito. O cartão TRI é aceito nos bloqueios do metrô, em todos os ônibus urbanos e nas lotações de Porto Alegre.

O aplicativo também permite cancelar o cartão em caso de perda, furto ou dano, como ainda solicitar uma segunda via.

Mais de um milhão de pessoas possuem o TRI e poderão se beneficiar das vantagens da plataforma. “O aplicativo vem para agregar vantagens e facilitar a vida do passageiro. São reivindicações dos próprios

usuários que estamos conseguindo viabilizar neste lançamento”, acredita Simionovschi.

“Estamos trabalhando para trazer maior competitividade, eficiência e segurança ao serviço de transporte coletivo”, afirma.

SIGA-NOS: